Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

A breve historia do pirata mais estanho da espanha quando ja estava descrente dos seu coração repleto de historinhas tristes e frageis demais

Não sei mais o que fazer
tenho medo de tudo agora
e pensar que ate outro dia eu poderia ser forte e maior
como num sonho bobo onde se voa ao tentar pular
era eu ali diante de sua boca
e seus olhos gigantes se fechando doceis demais
como num vento louco e infantil
feito lembrança de tempo de escola
por favor amor me rouba
rouba logo um beijo
ou me deixa leva-la comigo ate amanhecer

Me escuta moça eu sei muito pouco
e se o tempo passando tudo se apagar
e num restar sequer uma lembrança do fogo
que juntos queimamos um na alma do outro viu

E eu não mais o que fazer
me rouba ou deixa logo que eu roube
quero leva-la comigo por desertos e mares
brincar de ser pirata e faze-la de donzela
e se o tempo passar apagando tudo
meu deus como eu temo
que num reste sequer lembranças daquele jogo
que livres um do outro jogamos bem jutinhos

me colhe a etiqueta e desdecore meu sobrenome
me faça teu sonho e me chame de todos os nomes

Ah...como eu tentei por outras
e se ja cansado ao encontra-la ali onde ja via muito
e por ser tanto descri
e pela a descrença e não querer
eu acabei querendo com nunca quis

(por favor um beijinho)
continua...