Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

domingo, 21 de setembro de 2008

Itinerario noturno

Essa noite pode caber noutras conversas
dobro a esquina e espero no ponto
já estou bebado
e lembro bem que as oito da manhã eu ainda estava bebado
pode ser engraçado contar todas as loucuras quando a loucura passar
mas e se nunca passar
desejo que quando tudo se for eu tambem possa ir

caminho diferente de tudo
horario maluco de quem sabe onde e como conseguir
o que o vicio lamenta a ausencia

Essa noite cabe noutras noites
paredes umidas pela urina corrosiva e fedorenta

mulheres que nunca amaram
e caras com eu que amam demais

sou como um milhão de caras nesse mundo
queria ser um milhão de caras e encontra-la sem o medo de sufoca-la

todas as noite sou o mesmo ator
escalado para uma peça chamada
degradação e loucura

todas as perguntas que os dias apagaram
eu nunca me importei realmente com o que acontecia enquanto eu viajava

tenho essa nite aqui nesse ponto
enquanto espero as 2:00 da manhã que algum amigo me leve para algum lugar
tenho esse ponto para refletir e meia Tequila para ajudar

fumar um cigarro e olhar as estras talvez fosse poetico
mas sou paulistano e minha poesia tem céu fechado e chuvisquento
agora tudo faz algum sentido e alguem diz algo
pronto quem disse que iria ser facil

sou como um milhã de caras no mundo esperando no ponto
e em qual ponto eu deveria esperar
as perguntas voltam como se a muito tivessem saido para passear
essa noite eu só tenho isso e um pouco daquilo
nada que me faça normal
só coisas para me manter aceso e mascarar o cansaço de toda essa vida
que como num ponto foi apenas espera

Nenhum comentário: