Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

domingo, 24 de agosto de 2008

solo de trompete

Cantava a magia às brisas um solo de trompete.

selvagem me abordava com a boca uma efusão de euforia

e fogos explodiam cinzas do antepassado que a vida distorcida não via.


vendo o que se vê, não se mostra o que não se percebe ,se não se mete
os olhos esfumaçados e encarnados às vigas que sustentam a demasia.

E a fumaça balança na escala menor que o vento entoa com veneno
o trompete irrita enfeitiçado, ou pior, os ouvidos, não sensíveis, do sereno

tudo retorna ao normal; a fumaça se esvai e a noite concebe o dia.


Quanto torpor torna o viver corrosivo e, deteriora o pleno.

Nenhum comentário: