Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quinta-feira, 24 de julho de 2008

vim a metrópole

Vim para metropóle para ver o poente
seja nos portos altos das construções
seja no vão esculpido de aberrações
famosas , prósperas irreverentes
ver o poente é um objetivo aldaz
pra quem constriu-se de corrosões
tenta caminhar frente À frente
e com a aurora não é capaz

Vim para a metropole , sou todo decepção
disseram-me ser tudo possivel por aqui
a calamidade viva faz-se desmaiada e sorri
e assim progride nas ruas do esplendor a expansão
e o poente verei logo enquanto ignorado
e aspirado forrarei as sarjetas com poluição
embora vou esquecendo que um dia parti
de um lugar onde o poente é velado.

Embora ir para a metropole seja da ilusão o alimento
do melhor que sempre ameaça e não se coloca
do amigo que promete o abraço que a mentira convoca
do resultante do trabalho do suor o crescimento
são semelhantes às cigarras ao poente
que ao término do descaso já se desentoca
e ao bom que sempre abrupto no fim do acontecimento
é encoberto, nos engana, e deixa o real aparente.

Nenhum comentário: