Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

terça-feira, 22 de julho de 2008

Agulhas

Ela amargou nos lagos em fagulhas
doces, de cândidas vibrações
cantadas no vinil pelas agulhas
e pelos chiados com distensões,
se afogou, sem sabor....

Ela se afogou nos tragos da amargura
e trouxe, lânguidas agulhas
vibradas por seringas em fagulhas,
e a doçura era um fado chiado e escura
enfadou-se, em langor....

ela enfadou-se, em estragos mostra tensão
fosse, poesias ambiciosas incandescentes
ou sangue nos pedaços das gentes
seria mais atrativo que as lágrimas de efusão
Enfureceu-se, em furor....

Enfureceu-se, e os embargos que a consciência
mutilada por foice, mostra da pele furtada
de desilusão, descrença vida viva em hora desmarcada,
é o doce e novo lago de amargura e incongruênscia
Adormeceu, em torpor....

Nenhum comentário: