Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quarta-feira, 5 de março de 2008

pouco....?!

Nada mais patético que este desespero
sei pouco sobre muita coisa
e muita coisa sobre nada
Mas não saber o que fazer quando se pode...
morreremos de arrependimento ou de crueldade
sempre que estas ilusões deprimentes se impuserem
a nossas simplórias posições mundanas
a nossas sensações de fugacidade
estaremos nos acuando a distração chocante
e displicente, esquecendo do muito que podemos
mesmoquando pouco sabemos

é desesperador não saber o que se pode
se se deve distrair-se ou trair-se ou retrair-se
foge tudo da mente,é real... ainda mais sempre
pungente e aflitivo é ter que descrever tantas falácias
invejas,mesquinharias nas bocas nas mentes nos ventres

tão patético que nem sequer consigo sorrir
demonstre vosso desespero e aflija quem é agonia crônica
carcoma toda a agonia e sinta aflição que és tenaz e perigo
se assemelha a intriga todo osilêncio
ou mesmo a estupidez que não enfrenta
tão quimérico momento
em que poderíamos pôr e deformar
as íris que desfocam da própria dignidade inconvincente
derrotada pelo pouco que não sabemos
pelo pouco que não sabemos
nos tornamos nada para se saber
nem sequer consigo sorrir
ao escrever uma crônica sobre onão-ser

Nada tão patético
mas o desepero que aflije quem pode não sabe
não sabe o que espera!!!
a estupidez e aquimera tiram as formas
tiram as cores ,afugentam fugazmente
todas as cinzas do lacrimejar e do verdejar
se abrigamneste desespero que morrerá juntamente
com quem distrai,trai retrai
tão patetica e subitamente

nos veremos estupidamente crônicos
e ignorarei toda este sarcasmo pra te socorrer
patético e desimportante figura.

Nenhum comentário: