Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

segunda-feira, 10 de março de 2008

Para cantar para quando tivermos nossos filhos

Minha pequena me explique sobre as coisas que voce viu
me diga o que o vento soprou em seus ouvidos
quando eu sei que não existe abismo
quanod eu sei que a morte é o final de tudo

e eu vi crianças cantam para a fome
e ouvi um antigo soldado voltar ferido
quando eu sei
eu sei que tudo é tão fragil

Minha pequena me diga o que voce viu
me explique sobre o que ouviu
quando eu sei queé tudo finito
quando eu sei que a alegria passa

eu ouvi a chuva cair forte nos campos
enquanto um velho enterrava sua esposa
e no alto eu senti que haviam mulheres de pedra
e no alto eu ouvi a dor feminina

Minha pequena me responda o que voce viu
responda o que te fez voltar
quando eu sei que o mundo é assim
e eu sei que voce tambem sabe

eu ouvi perguntas longas demais
e sons que lembravam o medo
e eu voltei para leva-lo para fora
pois ouvi a chuva cair forte nos campos

e o velho chorava silencioso
as montanhas soavam verdes
no campo as crianças cantavam a miseria
e eu sei que voce sabe tambem.

Um comentário:

Lean Dromoi disse...

FODIDO!!!!!

esse é de uma sensibilidade estonteante!!!