Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Poesia pequena

Olha bem o rosto que afia a voz para minhas melhores canções
e percebam que é ela o maior samba que não compus
e se ela um dia me ouvir seria loucura pensar nela me ouvindo
pois mesmo a voz toma outra forma e transma em gemido meu melhor acorde
é timidez minha pela beleza maxima que dela se emancipa

Olha bem o corpo suado de judeu mercador ou andaluzo desterrado
olha sim olha bem
cicatriz na cara barba em desmazelo e sotaque estranho
me escuta amor me escuta sim
se é tudo voce não resisto ao dizer que as palavras tomam outro sentido ou calando
se são pra voce
se são pra voce as palavras toam cor e sons
para enfeitar minha solidão

me leia amor
me escute em cada letra que cada palavra pode ser só cada palavra
ou talvez algo só entre nós
algo nosso que nem mesmo eu ou voce podemos entender

me escuta amor
me escuta assim
a saudade me fez pensar que se a gente se encontrar
quaee pode se entender e não ter o falar

Nenhum comentário: