Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Ganhei uma ilusão

Prezo muito a verdade, mas ganhei uma ilusão
Fugi do calor, me isolei no frio
Não sou frio, não estou iludido, sou o verão
ganhei de verdade, desatento e baldio
Ganhei uma ilusão

Agora não sei, se lhe abraço, se leio Balzac
se acredito , se duvido se fumo crack
se sou, se curto , se distante longe em vão
quando for breve, quando me entregar, se for são
Ganhei uma ilusão

Vou lutar, prezo a verdade, Balzac e o abraço o carinho
Ganhei uma ilusão, ora estou distante
ora sou farsante, ora sou amante
Ganhei uma ilusão, não estou sozinho.

2 comentários:

Taciana disse...

OhH.
É tão incrivelmente eu.. hehe
Pq todos os poetas sabem oq sentimos?


Beijos querido.

Déborah disse...

Lindo...só perde pra um que apenas eu conheço...rsrsrs

Beijos