Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

ao poeta

O poeta adoeceu

espera-lhe no leito de sua esperança

febril e no frio que ao rosto avança

ela que em seus olhos venceu


O poeta vertical em sua postura

Abstem do medo que por ora perdura

Perde-se na consciência disforme e na farsa


Encontra-se enamorado enquanto desfarsa


nos versos belos do sorriso ordinário

Meu amigo em luta, revolucionário


Peculiar, poeta sem graça, é ela

e tão formosa sua poesia como a estela

no céu dos delirios me abraça


Voltaremos juntos ao país lúcido que existe na embriaguez.

abraço.

Nenhum comentário: