Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

domingo, 4 de março de 2007

Ela me olhou

Sentanda num seguimento a minha direita,bem a frente,acredito que na segunda bancada da primeira ordem a direita,ela me olhou depois que falei uma gracinha qualquer,eu que tinha dito tanta coisa inteligente para ela reparar,foi logo numa brincadeira que ela caçou minha voz para sorrir...Sem jeito disfarcei um sorriso de lado(sem jeito algum).Depois abaixei a cabeça e senti meu rosto esquentar de vergonha,eu deveria ter ficado vermelho naquela hora e ela cetamente deveria ter percebido isso,disso apenas suspeito,depois que ela sorrisou respondi com um sorriso tambem,mas não ousei olha-la retrucando meu sorriso-resposta com outro sorriso,fiquei ali como paisagem na ultima bancada da segunda ordem ao centro fingindo atenção a materia e desapego ao seu gesto que me deixava inqueito.Isso aconteceu numa quinta feira,sexta cacei seus olhos e bem antes disso ainda na quinta tentei refazer minha ação frente ao espelho para saber como aparentei frente a ela naquele instante.Conclusão:Fiz cara de bobo.


Um comentário:

Arthur disse...

Nossa igor vc ainda tem ese texto???
faz uns dois anos que vc leu isso la em alagoas naquele encontro sobre poesia engajada
pow legal mesmo e ai vc nunca falou quem era a mina da cronica,hj depois de tanto tempo quem é ela???