Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2007

Triste noite

Triste noite
pedaço calado de meu espirito
eramos eu
eramos você
e agora o que somos?

Certamente
cabeça cheia de ideias
bolsos vazios

Tivemos o inicio triste
olhares apagados se cruzando
na dor e no desejo

Fugiamos de nós um no outro
Amor essa noite azul
azul como a cidade triste
o ultimo trem parte da estação resta lembrar
que em noites azuis como essas
fomos um do outro

Basta lembrar que em noites como essas
o céu da noite fria era ainda maior
mas tinhamos um ao outro para aquecer
Onde estão seus olhos
sigo perguntando

O absinto e a antiga canção francesa
Doce saudade
fico na estação
e onde repousam seus olhos verdes
como o mar
ou o absinto

adeus amor
adeus amor


Nenhum comentário: