Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

A certeza de Cantar

Essa manhã eu acordei cheio de angustia
pensamentos soltos saiam de mim
ao encontro dela...
E era uma saudade,uma angustia apenas
me tomando a alma
e me cobrindo os olhos.

Essa manhã veio a trsite certeza de cantar-te
pois tudo o que canto
me persegue e trai

ainda sei
e mesmo assim eu cantarei
para que outros
te desejem com eu
para que outro te amem
como eu amei

E assim quem sabe numa noite triste
como aquelas noites que passei no Mexico
o mar me traga alguem
e alem de mim seja você
outros te amarão eu sei
com o amor que eu dei pra você

Ah... meu triste amor
nova ilusão
quis cuidar-me em teus cuidados

Ah meu pequeno amor
como é triste
ter amado...

Sim bem como eu sei
e só sei
que dessa vez
já não há luz no beco
ou canção apaixonada

meu novo e triste amor
é sempre noite
desd o negro em seus olhos

Restou-me a solidão
a certeza de cantar-te

Pois toda beleza
em meus versos
sempre torna-se traição

Vai meu amor
deixa de amar

pois em outros olhos como os teus
hei de encontrar
beleza igual ao mar

Ah... o mar
triste marulho deslocado


Nenhum comentário: