Aos comentaristas


Devido uma avalanche de comentarios torpes e não identificados, decidimos que só aceitaremos comentarios devidamente identificados e que não contenham mensagens ofensivas, alias se comentar e se identificar, serão permitidas as ofensas. Quem quer debater, tem que ter coragem de se mostrar para que o debate ou critica seja fdemocratico! Okay cara palida?

domingo, 24 de setembro de 2006

kaifaz

Sonho estranho,imagens confusas
taças enormes se levantam para adiante
minhas mãos não alcançam o outro lado da rua
seu perfume me toma o ar
recebo em troca um sentimento
que reduz minha vida naquele instante.

Estou confuso e sei que foi sonho,
mas me ocorre pensar
porque sonhar
assim
se ja distante
minha cabeça cansou de recorda-la manhã por manhã
todos os dias de minha amargura
hoje meu peito doi
minha vida ultrapassa a realidade
se entrega aos sonhos.

Já nao imaginava ela pra mim,
sequer pensava outra vez pensar nela,
mas sonhei
e no sonho ela vinha para os sentidos,
tocar minhas mãos,
exalar seu perfume...

E me dizem estar contente
com seu novo amor
fingir pudores e cenas de castidade
& moral,
sonhei apenas
sequer sonhei seu rosto,
o tempo foi apagando algumas partes suas
detalhes
apenas foi o que restou,
e sem controle hoje eu sei
que tudo me faz um pouco nos,
voce partiu e eu fiquei,

o meu jeito de falr,as minhas implicancias,
o cinismo e as ceninhas
ah...

Doce foi sonhar,pois no sonho voce
existia como
sensaçao,
sentimento,
sentido,
lembrança & saudade.

ninguem vai me
salvar
e eu sei que ela vai ficar em mim
por um tempo
e quando eu ja estiver certo que esqueci
sei
ela surgira novamente
entre meus sonhos e dias normais
tronando tudo menor
pois depois dela eu sei,
e tudo avesso e imcompleto
sem partes
com um brinquedo sem diversçao
ou uma passagem sem destino.

Numa rua sem saida
sei que estou numa curva torpe
esperando muito esperando muito
esperando nada
desmentindo,caindo
sonhando
recordando voce

hoje eu sei perdi a chance de ser feliz

Nenhum comentário: